Apresentando a esgrima*

Esgrima significa “arte de jogar ou lutar com armas brancas”. É uma luta antiga, que ao longo dos tempos experimentou diversas transformações, principalmente com a influência da tecnologia. Existem vestígios de que as lutas com espadas existem desde 1170 a.C. e que desde essa época, na antiga Roma, havia escolas que formavam especialistas para o combate com armas brancas (RIBEIRO & CAMPOS, 2007).

A esgrima se faz presente nos Jogos Olímpicos da Era Moderna desde o seu início, em 1896.

A esgrima foi introduzida no Brasil no período imperial, com a intervenção de D. Pedro II.

Em 1906, foi criado o Curso de Formação em Ginástica e Esgrima, no Batalhão de Caçadores de São Paulo (RIBEIRO & CAMPOS, 2007).

Em 1909, surgiu o curso de esgrima na Escola de Educação Física da Força Pública de São Paulo. Por sua vez, o Exército Brasileiro contratou os serviços de um mestre francês chamado Gauthier, instrutor de esgrima da Escola Joinville le Point, na França, para ministrar esgrima aos militares no Brasil. Atualmente, a Escola de Educação Física do Exército realiza o “Curso de Mestre d’Armas”.

Em busca de maior valorização e reconhecimento da esgrima no país, a Federação Paulista de Esgrima e a Federação Carioca de Esgrima se uniram e criaram a União Brasileira de Esgrima em 1927, que, logo depois, se filiou à Federação Internacional de Esgrima.

Em 1936, pela primeira vez, a esgrima brasileira disputou os Jogos Olímpicos, em Berlim; a partir daí, consolidou-se no Brasil e passou a participar de inúmeros campeonatos internacionais.

Atualmente, a esgrima é realizada em um corredor de aproximadamente 14 m de comprimento por 2 m de largura, e é considerada uma luta altamente sofisticada, uma vez que os praticantes possuem roupas de combate interligadas a um sistema elétrico que indica a pontuação sem a necessidade de contagem feita por árbitros.

A modalidade utiliza três armas distintas:

florete, espada e sabre.

Esgrima - armas

As vestes (roupas) utilizadas na esgrima geralmente são brancas, pois quando não havia a possibilidade de praticar a esgrima com fios elétricos, os esgrimistas tinham que molhar com tinta colorida a ponta de suas espadas para o combate. Atualmente, a Federação Internacional de Esgrima permite o uso de outras cores além da branca, já que a tecnologia fez com que esse detalhe perdesse a importância.

Quando não existiam sensores eletrônicos para marcar os golpes e os pontos, o esgrimista gritava touché! (toquei!) para dizer que tinham acertado o adversário.

A esgrima possui algumas combinações de movimentos devem ser conhecidas para sua apreciação e identificação. São elas:

Movimentos da Esgrima

* (material extraído do caderno de conteúdos da SEE/SP vol.4 – 1º ano ensino Médio- Educação Física).

Anúncios

Um comentário sobre “Apresentando a esgrima*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s